Dom Casmurro {resenha}




> Em breve teremos uma promoção super especial, e os que comentarem nesta resenha poderão preencher o formulário + 10 vezes ;)

Autor: Machado de Assis
Gênero: Romance brasileiro
Ano: 2002
Total de Páginas: 217
ISBN: 8588916134
Editora: Novo Século

RESENHA
O livro narra a história de amor entre Bentinho e Capitu que juram casar-se quando maiores.
Bentinho vai para o seminário onde conhece Escobar, que logo se torna seu amigo. Após certo tempo, Bentinho volta para a cidade natal, pois sua mãe está doente. Escobar vai também para dar os “pêsames”.  A história continua narrando a paixão escondida de Bentinho e Capitu, quando Sancha (uma amiga de Capitu) e Escobar se casam. Depois, Capitu e Bentinho casam-se também. Sancha e Escobar tem uma filha a quem dão o nome em homenagem à Capitu. Bentinho e Capitu tem um também, em que nomeiam Ezequiel, em homenagem à Escobar.
Escobar morre.
Bentinho, numa crise de ciúmes começa a ver que seu filho tem muitas semelhanças de Escobar. Ameaça Capitu, acusando-a de ter o traído. Ezequiel e Capitu vão para a Europa. E vivem lá até que Capitu morre.
Bentinho acaba sozinho, cuja alcunha é “Dom Casmurro”.
E a dúvida que fica:
Capitu traiu ou não?

Uma história envolvente, rica em todos os detalhes. É necessário prestar muita atenção ao ler o livro, pois como os detalhes são muitos, o leitor, pode perder-se na narrativa.
Em minha opinião, Capitu não traiu Bentinho. Acho que o ciúme dele era tamanho, que procurava no filho, as semelhanças do amigo.
E você, o que acha? Afinal, Capitu tinha... “olhos de ressaca, de cigana oblíqua e dissimulada”.

A melhor parte, em minha opinião, é o primeiro beijo dos dois:

 “Capitu derreou a cabeça, a tal ponto que me foi preciso acudir com as mãos e ampará-la, o espaldar da cadeira era baixo. Inclinei-me depois sobre ela rosto a rosto, mas trocados, os olhos de uma na linha da boca do outro. Pedi-lhe que levantasse a cabeça, podia ficar tonta, machucar o pescoço. Cheguei a dizer-lhe que estava feia; mas nem esta razão a moveu. 
-Levanta, Capitu!
Não quis, não levantou a cabeça, e ficamos assim a olhar um para o outro, até que ela abrochou os lábios, eu desci os meus, e...
Grande foi a sensação do beijo”.




Aaaaain, lindo  <3

33 comentários:

Alinne disse...

Oi
Li este livro por obrigação e não gostei. Aliás não gosto muito desses romances antigos,acho que por causa de não concordar com os costumes e regras da época em que se passam as histórias.
Sua resenha está muito boa. Parabéns.
Beijos.

Books e desenhos.

Aione Simões disse...

Sou completamente apaixonada por esse livro!!
Também acho que o primeiro beijo deles é a melhor cena!
Machado de Assis é Machado de Assis!

Também acho que Capitu não traiu Bentinho. Aliás, até formei uma teoria nas muitas vezes que li o livro. Pra mim o fato de Capitu parecer com a mãe de Sancha é uma dica para que o fato do filho dos dois parecer com o Escobar não significar traição e sim só uma coincidência!

Beijos!

M. disse...

Já li Dom Casmurro, ano passado. Assim, a história é ótima, mas eu não gostei porque é uma leitura demaorada. Bjs

Thaís Varine disse...

Nossa eu li meio que na marra na época do colegial. Gostei, mas não tanto quanto eu tinha gostado de Moreninha que até hoje é um dos clássicos preferidos meu.

Beijos

Millena Bezerra disse...

Um dos melhores livros da literatura brasileira e é sem dúvida uma leitura obrigatória.
Machado de Assis é muito singular, seu jeito de expressar os fatos e os sentimentos dos personagens é fabuloso.
O vocabulário é riquíssimo, a obra em si é riquíssima, isso o faz um clássico com todos os requisitos, jamais me canso de elogiar!

O autor é tão muitíssimo inteligente (os superlativos de José Dias) que deixou a questão aberta "Capitu traiu ou não" para imortalizar sua obra.

http://amorporclassico.blogspot.com

Gabriela Orlandin disse...

Ainda não tive a oportunidade de ler este livro, porque na escola, ao invés deste, escolhi outros títulos. A história me parece super legal, gosto de ler clássicos (de vez em quando, vai). Ótima resenha!
Beijos.

Willian Iuri disse...

Pois é, eu não gosto de clássicos da Literatura, acho tudo um saco, maaaas, tive que ler O Alienista de Machado de Assis, para variar, um porre.
Porém, eu preciso passar a ler, porque são ótimos para quem deseja escrever.
BEIJOS MINHA LINDA *-*

Effy disse...

Oi Amanda!

Bom, eu já li esse livro na tem alguns anos, era um dos livros obrigatórios do vestibular hehe..O livro é legal, mas sempre paira a dúvida sobre Capitu ter traído Bentinho né. Eu li um outro livro "Amor de Capitu" que é a história pela visão somente de Capitu, é bem legal mas ainda sim não afirma nada kk...

Eu não vi a série na tv..

Beijos ^^

Ensaios de uma Leitura

Glaucea Vaccari disse...

Já comecei a ler esse livro, mas nunca terminei. Normalmente não gosto de clássicos, acho muito confuso. Mas pretendo terminar a leitura um dia.
Bjo

Mah disse...

Oii.
Eu li e assisti o filme, confesso que não lembro com detalhes de nenhum dos dois, faz anos que assisti.
Mas Machado é Machado e suas obras possuem uma analise psicológica extraordinária. Com Dom Casmurro não é diferente.

Beijos,
Mah | Livro e Coração

deiare disse...

Eu já li mas não sou fã... Todo mundo adora Machado de Assis. Meu professor de Teoria da Literatura diz que em cada 10 professores de Literatura 11 o acham o melhor autor, já eu discordo totalmente...rsrsrs...
Ótima resenha.
Bjos!!!
Andréia
Sentimento nos Livros

Pabline disse...

Eu simplesmente aaaaaaaaaaaaaaamo esse livro. Simplesmente Perfeito, impossível não gostar dele.
Tbm acho que Capitu não o traiu. Também meio que analisei o livro, e acredito nisso.
Ótima resenha...
BJ!

http://amigasentrelivros.blogspot.com

Eduarda Menezes disse...

Tenho até vergonha em admitir que nunca li esse livro o.o

Pretendo porém, consertar esse deslize em breve! Adorei a descrição do beijo!

Ansiosa para saber qual a minha opinião a respeito da traição (ou não) da Capitu, que é até hoje a maior pergunta sem resposta da literatura brasileira!

Beijoo!

ka macedo disse...

Confesso que acho a história de Dom Casmurro simplesmente genial. Não sou muito fã de classicos, mas esse conseguiu me intrigar.
Adoro como nunca vamos saber a verdade sobre o livro, como o Bentinho consegue distorcer a realidade ao ponto de nos fazer enxergar como ele. É realmente genial.

E vou até participar da futura promoção já que poderei preencher o formulário +10 vezes, haha.

Beijoos
Minha Bagunça.

Luiz disse...

Nossa preciso começar a ler alguns clássicos brasileiros. Não sinto nenhuma vontade disso mas é muito importante. Fiquei surpreso com essa resenha sua e como você descreve tantos detalhes da historia. Acho difícil um livro desse estilo empolgar algum leitor, mas to vendo que não é impossível! =D
Meus parabéns pela resenha! Incrível mesmo!

Abraço


Luiz Silva
www.blogueiroleitor.com.br

Luiz disse...

Nossa preciso começar a ler alguns clássicos brasileiros. Não sinto nenhuma vontade disso mas é muito importante. Fiquei surpreso com essa resenha sua e como você descreve tantos detalhes da historia. Acho difícil um livro desse estilo empolgar algum leitor, mas to vendo que não é impossível! =D
Meus parabéns pela resenha! Incrível mesmo!

Abraço


Luiz Silva
www.blogueiroleitor.com.br

Beatriz Gosmin disse...

Comecei a ler este livro muito tempo atrás porque não tinha nada pra ler no momento e estava em crise com uma necessidade enorme de ler algo.

Comecei e estava na metade quando a biblioteca me ligou e disse que um livro que eu reservei havia chegado.
Então, abandonei o coitado do livro.

Gostei da sua resenha, e com certeza voltarei a lê-lo novamente! Seja por curiosidade ou pelo vestibular no final do ano que vem. haha!

Beijos Amanda!
Até!

Bia | Blog Livros e Atitudes

MAX disse...

Oi Amanda.

Gostei da resenha. Li Dom Casmurro duas vezes. A primeira vez por indicação dos professores, época de vestibular, acabei não apreciando a obra como era devido. Mais tarde, li-o novamente, sem pressão e então desfrutei dele. Certamente uma das maiores obras primas da língua portuguêsa. Machado de Assis faz parte do time de grandes escritores mundiais, ao lado de nomes como Victor Hugo, Tolstói, Jane Austen, Eça de Queirós etc. Só não é tão conhecido porque escrevia em português, infelizmente uma língua não tão divulgada e falada como as outras.

Cacá - José Cláudio disse...

Dom Casmurro junto com as Memórias Póstumas de Brás Cubas são para mim as melhors obras do Machado. E sua resenha ficou excelente! Abraços, Amanda. Paz e bem.

Breno Melo disse...

Lia resenha e os comentários do pessoal... Bela resenha e que bom que haja tanta gente gostando de Machado ou pretendendo ler a obra...

D. Casmurro é realmente um livro para ler com calma, sem pressa. Quem leu correndo para algum teste na escola, releia agora, bem devagar, que o livro parecerá melhor...

Alguns livros são feitos para durar.

;)

ϟ Cynthia Brito disse...

Ai, Amanda, é lindo mesmo esse livro!
A parte sensacional, com toda a certeza: "[...]Até que ela abrochou os lábios, eu desci os meus, e... Grande foi a sensação do beijo”.

Adorei a resenha!
Li apenas algumas partes de Dom Casmurro... e a resenha me ajudou a entender um pouco melhor o livro. Me arrependi de não ter lido todo. Mas em outra oportunidade, certamente, eu irei ler.

beijos.

Kivia Nascentes disse...

Aiii, Dom Casmurro é tudo de bom *-*
de literatura brasileira, foi sem dúvida o melhor livro que li. E a minissérie da Globo, Capitu, foi igualmente fantástica!

beijos

Thais Priscilla disse...

Tive que ler Dom para a escola e achei bem bacana até. Mas dos livros que a escola pede pra ler com certeza o que eu mais adoro é Capitães de areia *-*

Beijocas,
Thais P.
http://thaypriscilla.blogspot.com

Gislaine disse...

Oi, oi!
Estou com esse livro pra ler aqui em casa... Tenho só que achar tempo! x)
"Sou homem!!!" HAHA, eu ri!
Obrigada pelo comentário lá no Paraíso da Leitura!
Beijinhos,
Gislaine | Paraíso da Leitura

Naty disse...

Li esse livro para a escola faz pouco tempo e gostei muito dele. Até me arrpendi de não tê-lo feito antes...

Sinceramente, eu já acredito que Capitu traiu sim o Betinho, maas rsrs'

O livro é cheio de detalhes então quando li, lembro-me de voltar no texto várias vezes para entender direito tudo, mas no fim gostei bastante do livro.

Detalhe, na minha sala de aula todo mundo odiou o livro. '-'

Bjoos;*
Naty - Just Books !

RUDYNALVA disse...

Amanda querida!
Que lindo todos os livros que recebeu.
Muitas resenhas por vir...


Gostaria se possível que fosse deixar seu parecer sincero nessa resenha que fiz no blog:
http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com/2011/09/resenha-21-para-sempre-ana-sergio.html
Obrigada!
cheirinhos
rudy

Sheila Schildt disse...

ótima resenha

Laryssa Guimarães disse...

Esse livro faz parte da história da literatura brasileira junto com o seu respectivo autor, e há grandes motivos para isso, pois Machado de Assis é um excelente escritor. Uma de suas marcas e realmente deixar essas dúvidas sobre alguma parte das histórias que escreve como esta comentada por você, na resenha, "Capitu traiu ou não?" Ninguém sabe, mas todos procuram pela resposta. Ai, Machado...

Anônimo disse...

O mistério de Capitu é insondável. Tudo o que podemos emitir são opiniões. Tão somente. A cada nova leitura, ou a cada nova opinião dada por alguém, a nossa própria pode mudar, radicalmente, ou em suas nuances. Porque o julgamento que temos é o de Bentinho. Então, tudo é possível, em seus delírios e devaneios. A ótica é dele e somente dele. Então, para ele, imerso em infernos de insegurança e ciúme, Capitu o traiu.Creio que não haja como contradizer o que ele sentia. Mas, a opinião do leitor pode ser uma entre mil, com todas as variações possíveis e imagináveis. Quero crer que não houve a malfadada traição. Pelo menos é o que estou achando agora, enquanto aqui escrevo. Amanhã, quem sabe? Ah, adorável Machado! Ele conseguiu, de maneira magistral, propor um enigma para a Humanidade. Enigmas de esfinge:dilemas para a eternidade. Adoro Machado. E adoro o mistério de Capitu. Espero que jamais consigamos resolvê-lo. Esse mistério é um valiosíssimo tesouro que pertence a todos nós. Um tesouro que deve ser guardado, não desvendado. Não temos o direito de desconstruir uma obra-prima tão colossal. (Diana)

mari disse...

achei esse livro muito confuso, fui ler ele com intuito de aprender novas palavras, mas desisti enfim

Anônimo disse...

Fui obrigada a ler este livro e parar de ler Anjo Mecânico até terminar Dom Casmurro.
Não gostei do livro.






CHOKOLATE2 disse...

Pessoas que não leram o livro, pessoas comentando que não gostaram, que clássico é um porre...
Minha gente, VAMOS PRESTIGIAR a nossa litetarua riquíssima!(superlativos de José Dias rs)
Vamos ler os nossos livros que são grandes obras-primas!
Deixem de ler porcarias, vão ler livros de verdade.
Machado de Assis é um dos maiores autores da literatura universal! E ele era brasileiro, carioca. (:
Eu AMO Dom Casmurro e sinto realmente pena de quem não aprecia desta obra. :/

Samara Mendonça disse...

Oi
Tive que ler este livro,amei..
pois ele me envolveu e eu não conseguia parar de ler.
Ótima resenha..Parabéns
Belas palavras..Eu também acho q ela não o traiu!!